Novidades

Como (ainda) actualizar Para o Windows 10 Publicado em 19 de Dezembro, 10:45

 

A Microsoft ainda não fechou totalmente a porta para aqueles que procuram o Windows 10 de borla. Sim, ainda é possível conseguirmos a actualização para Windows 10 sem pagar um cêntimo.

Actualização gratuita aos utilizadores que usam tecnologias de apoio

Como é sabido o Windows 10 tem sido uma actualização gratuita para os utilizadores do Windows 7 e Windows 8.1, mas isto terminou no dia 29 de Julho, pelo menos para a maioria das pessoas. Ou seja, a Microsoft continua a permitir a actualização gratuita aos utilizadores que usam tecnologias de apoio.

No entanto os utilizadores que querem aproveitar esta oferta apenas precisam de aceder ao site da Microsoft e descarregar a ferramenta para instalação, executa-la e todo o processo de actualização é feito normalmente. A Microsoft permite-nos assim fazer a actualização do Windows, mesmo depois de 29 de Julho, pois na realidade não há nenhuma verificação se temos ou não as tecnologias de apoio no nosso sistema, qualquer um pode fazer a actualização.

A Microsoft não comunicou a data em que termina esta oferta, por isso quem não fez a actualização até o dia 29 de Julho e está interessado nela, apresse-se a fazê-la.

Link para o site Microsoft (actualização para o Windows 10)


Nano Antivírus – Fiabilidade e Rapidez Publicado em 05 de Dezembro, 15:27

 

O Nano Antivírus embora desconhecido pela maioria dos utilizadores é um reconhecido e premiado programa de combate às pragas que invadem os nossos computadores. Comecemos por dizer que o software é gratuito, mas não pode (legalmente) ser utilizado por empresas, para elas existe uma versão Pro.

O seu próprio motor antivírus

O que tem diferente dos outros? Além do combate aos vírus, onde o Nano vai um pouco mais longe, contrariamente à maioria dos antivírus gratuitos, o software também nos protege contra «winlockers» e «ransomware», quem não sabe o que são estas coisas deve rapidamente efectuar uma pesquisa no Google. O programa ambiciona claramente fornecer fiabilidade, rapidez e comodidade, sem sacrificar seja o que for no combate ao malware. Para começo, o Nano corre o seu próprio motor antivírus, em tempo real, fornecendo segurança no sistema local, nos downloads e na navegação web. Da mesma forma, monitoriza o sistema, corrige falhas e faz actualizações, com uma rapidez admirável. As monitorizações completas podem ser feitas em modo oculto para que a janela do programa não nos incomode, embora esta vá decorrendo não sentimos qualquer roubo de desempenho no sistema.

Diversas configurações possíveis

Achamos que o Nano é uma excelente escolha – gratuita – para proteger o nosso computador. Resta-nos dizer-vos que o programa embora fique disponível e a funcionar depois da instalação, existem ainda diversas configurações possíveis que darão muito jeito aos mais entendidos em segurança.

Link para Download do Nano AntiVírus

 

 


O que é o Raspberry Pi? Publicado em 30 de Novembro, 15:42

Afinal o que é o Raspberry Pi?  A resposta é simples, é um microcomputador do tamanho de um cartão de crédito, baseado num processador ARM,  potente o suficiente para executar as mais diversas funcionalidades de um desktop, por exemplo, folhas de cálculo, processamento de texto, programação em diversas linguagens, jogos, etc.

O Raspberry Pi model B+, a segunda versão do Raspberry, tem diversas melhorias em relação ao seu antecessor: mais portas USB, mais GPIO, melhor gestão de energia, 4 furos de fixação e agora com uma entrada para cartão de memória MicroSD.


O Modelo Raspberry Pi B+ destina-se ao pessoal que pretende aprender a programar computadores, utilizando linguagens como o Python.

Este pequeno computador pode ser utilizado para diversas aplicações, por exemplo, a reprodução de vídeos em HD, para aceder ,navegar e/ou utilizar diversos serviços na internet, também pode ser utilizado para armazenamento no cartão MicroSD ou num disco externo ligado a ele, controle de portas GPIO (General Purpose Input/Output), ou Entrada e Saída de uso geral, vigilância através de câmara sobre IP, etc. 

Uma das funcionalidades mais procuradas pelos utilizadores do Raspberry Pi é a visualização de canais de TV através do XBMC, filmes, séries, desporto, etc., um excelente Media Center com um custo muito reduzido.

 


Espere! Faça 4 Coisas Antes De Vender O Seu Smartphone Publicado em 24 de Novembro, 16:21

Se quer livrar-se do seu velho smartphone ou tablet, vende-lo, doá-lo, seja lá como for, tome em conta que existem umas coisas muito importantes que tem de fazer antes de ele sair das suas mãos, para que alguma informação pessoal não vá parar a outra pessoa. Recorde-se que estes dispositivos não são apenas telefones, são um registo da sua vida.

Cópia de segurança

Provavelmente faz cópias de segurança regulares (automáticas ou não), no entanto como não planeia voltar a utilizar o smartphone ou tablet em causa, é crucial que faça uma cópia de segurança.

  • A Apple ajuda-o passo a passo como fazê-lo no iPhone usando o iCloud.
  • Quanto ao Android é uma questão de configuração, vá a Definições e habilite a Cópia de Segurança para a sua conta Google. Alguns fabricantes de dispositivos Android até disponibilizam aplicações para efectuar cópias de segurança.

Cifre a informação do seu dispositivo

Assim que que tiver feito a cópia de segurança, cifre a informação. Isto significa que se alguém conseguir aceder à sua informação necessitará da sua password para decifra-la. Para cifrar a sua informação, vá a Definições, Segurança, Encriptar o Telefone (ou algo assim). Também tem uma opção para cifrar o cartão de memória SDCard, isto se pretende deixar o cartão no equipamento, o que não é recomendado.

Apague tudo e reponha as definições de fábrica

Suponha que o próximo dono do seu equipamento navega pelas suas fotografias e mensagens. Quando se livra do seu velho smartphone ou tablet, o melhor é que ele fique como veio de fábrica, limpo, apenas com o sistema e aplicações.

  • No Android, vá às Definições e procure Repor as Definições de Fábrica.
  • Para o iPhone, a Apple tem um guia para que possa fazer tudo isto correctamente.

Atenção: Repor as Definições de Fábrica nem sempre destrói toda a informação, depois da cópia de segurança cifre a informação do seu dispositivo, como foi salientado no ponto anterior.

Remova os Cartões

Se o seu smartphone ou tablet tem um cartão SIM, remova-o e guarde-o para futura utilização, caso contrário destrua-o. Se tem um cartão de memória adicional, SDCard, remova-o. Se não o pretende voltar a utilizar, destrua-o. Em nenhum caso, limpo ou não, o cartão deverá ficar no equipamento. Existe software disponível na Internet que com pouca dificuldade conseguirá acesso à sua informação, contactos, fotos, mensagens, etc. Se ainda assim vai entregar o cartão com o telefone, cifre a informação.

Se seguir os passos acima é provável que tudo corra bem com a privacidade da sua informação. No entanto, se a informação que tem no seu telefone é crítica, verifique se a rentabilidade que irá ter com o seu velho equipamento compensa um possível acesso a esta por outras pessoas. Muitos são os peritos de segurança que não o recomendam.